Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Waldemar Borges condena atraso e custo de obra em Fernando de Noronha

O atraso na execução e o aumento do custo total previsto para a recuperação da rodovia federal BR-363, em Fernando de Noronha, foram alvo de questionamentos do deputado Waldemar Borges (PSB). Na Reunião Plenária desta quinta (29), o parlamentar informou ter solicitado uma auditoria especial do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o andamento da obra. “O reparo começou em 2017 e deveria ter sido feito em dois anos, mas se arrasta e não foi concluído até hoje. Previa-se gastar R$ 9,9 milhões, mas o valor subiu para R$ 25 milhões”, relatou o socialista. Segundo ele, a justificativa seria a dificuldade de transporte para a ilha. “Ao que me consta, Noronha não se moveu de lugar para os custos crescerem tanto, saindo de R$ 1,3 milhão para cerca de R$ 3,2 milhões por quilômetro. Há um sobrepreço exagerado”, considerou o deputado. A BR-363 é a menor rodovia federal do Brasil, com uma extensão de 7,5 quilômetros dentro da ilha principal do arquipélago. Ainda de acordo com Waldemar Borges, os moradores de Fernando de Noronha avaliam negativamente a qualidade da restauração. “Após todo esse tempo, executaram apenas um tapa-buraco malfeito”, criticou.  “O TCU precisa se debruçar sobre essa obra para esclarecer o que de fato ocorreu.”
29/04/2021 (00:00)
Visitas no site:  143675
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.